Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

terça-feira, 2 de abril de 2013

A MENTIRA DO MENTIROSO


POIS MUDARAM A VERDADE DE DEUS EM MENTIRA, (...), Romanos 1:25.

Por: Mário Gardini

Hoje, primeiro de abril de 2013, o dia da mentira.

A mentira tem tanta aceitação em nossas conversas e estilo de vida que elegemos um dia para celebrá-la. “Uma mentirinha – não faz mal a ninguém”, afirmam muitos, adeptos da mentira.

Há uma parábola muito interessante. Certo dia a verdade estava sentada no banco de uma praça. Estava desolada, triste e muito só. De repente, chegou a mentira, alegre e feliz e bem fantasiada com suas vestes. Iniciando um diálogo com a verdade, disse: “O que está acontecendo, verdade? Por que você está tão triste? Acabo de vir de uma festa onde fui muito bem recebida e elogiada. Não fique assim. Coloque roupas de fantasias, mude o seu semblante e vamos procurar um lugar alegre. Tenho certeza que seremos bem vindos”.

A verdade olhou para a mentira e disse: “Esse é o meu problema. Não consigo mudar as minhas vestes. O meu semblante triste é porque fui expulsa de quase todos os lugares que tentei frequentar. Não fui bem recebida, pois quase todos desejavam que eu mudasse minha natureza. Mas não posso. Não posso negar a mim mesma”.

Eis aí o nosso problema – preferimos a mentira à verdade. Conhecer a verdade pode ser muito dolorido e cruel. Usamos eufemismos e uma série de artimanhas para ocultar o que é verdadeiro.

Nas conversas em família, às vezes não somos tão claros. Nas convenções humanas, prevalece a diplomacia com pitadas de mentiras e enganos. Nos negócios e na profissão, temos o hábito de aumentar as coisas para que elas pareçam as “melhores” e mais “aceitáveis.

Jesus passava com os Seus discípulos em frente a uma casa. Havia muita alegria e harmonia entre os pais e filhos. Jesus disse: "Maldita seja essa casa".

Caminhando um pouco mais adiante, Jesus passou em frente de outra casa. Lá havia tristeza e muita discussão. Jesus disse: "Abençoada seja essa casa".

Os discípulos, confusos, perguntaram: “Por que o Senhor amaldiçoou onde há alegria e abençoou onde existe tristeza, confusão e briga?”. Jesus explicou – “Entendo que vocês olham as aparências e não julgam com retidão. Na primeira casa, a família estava à mesa comendo uma ovelha furtada pelos filhos e os pais concordaram com o furto e participaram da refeição. Na segunda casa foi diferente – os pais estavam corrigindo os filhos que trouxeram uma ovelha para comerem – animal que eles também tinham furtado do vizinho”.

A mentira mascara a verdade e esconde dos nossos olhos o que é correto e justo. Existem mentiras na família, no casamento, enfim, ela está presente em nossa convivência e a aceitamos com suas roupagens enganosas.

Há um mentiroso – o pai da mentira – o Diabo. Dele provém todo o engano e toda a mentira. O Senhor disse: "Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira" (João 8:44).

É muito forte a Palavra do Senhor, mas quando o diabo profere mentira “fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira”.

A mentira do mentiroso engana, ludibria, trapaceia e destrói a harmonia e a paz. Tenta sepultar a verdade neste mundo e o seu ardil procura nos convencer de que a mentira “é a verdade”.

A mentira está presente na religião, na filosofia vã, na falsa ciência e nos mecanismos humanos que prometem “cura e libertação”, tudo engendrado pelo Diabo, o pai da mentira.

Cuidado com o mentiroso – ele não veio senão para matar, roubar e destruir e quando mentimos, somos parecidos com ele – tal como Jesus afirmou: "Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira" (João 8:44).

Mário Gardini

2 comentários:

  1. A mentira aprisiona a verdade liberta!

    Wesley A.Peronica

    ResponderExcluir
  2. é difícil ser sincero, meu caro Peronica. Preferimos os disfarces. Este mundo é uma grande prisão. Somente a Graça de Deus nos tira desse engodo. O Dono do Evangelho verdadeiro disse - a verdade vos libertará.

    ResponderExcluir