Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

quarta-feira, 3 de abril de 2013

O EVANGELHO DA GRAÇA


“Pois decidi nada saber entre vocês, a não ser Jesus Cristo... para que a fé que vocês têm não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus” – (1Co 2.2-5)
Por: Rev. Wellington Miguel

O simples evangelho da graça. É assim como é. Simples também foi aquele que começou a anunciá-lo: Jesus de Nazaré. Chegaram até perguntar se alguma coisa boa viria do pequeno povoado de Nazaré. Mas é assim que ele é, simples, o evangelho da Graça. Valoriza-se muito em nossos tempos o perfume, não em razão de seu aroma, mas de seu frasco. Porém, o gracioso perfume do evangelho não se comprimiu em um frasco aparente a fim de ser atraente aos olhos da infantil validação da sociedade. Antes, ele estava nAquele de quem nada esperavam.

A Palavra diz que temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós. Veja que a excelência não está no vaso, e sim no conteúdo. O vaso é meramente de barro, simples. Isso para que se evidencie a beleza e singeleza do evangelho. O evangelho em si é excelente, eficaz, poderoso e livre.

Infelizmente a Igreja “Evangélica” caiu. Caiu no erro. No erro de “acrescentar” ao evangelho o dispensável. Por isso ela pouco faz, embora pareça que se faça. Ela caiu na loucura dos suntuosos templos. Ela diz “É porque estamos crescendo”. Eu pergunto: “Será?” Noutro momento, a Igreja também diz: “É para atrair o povo, sabe, hoje em dia eles olham isso”. A Igreja caiu. Caiu no erro do seu tempo. O erro de valorizar as aparências. Tornou-se incrédula. Professa Deus, mas não crê no evangelho. Diz que está na Rocha, mas quer ornamentá-la. Tornou-se incrédula na eficácia do simples evangelho.

A eloquência também é outro frasco, tentando conter o evangelho, mas o esconde. Os que fazem isso simplesmente tornam-se frascos que não permitem ver o que está lá dentro. O importante é o frasco. Ele impressiona, faz admiradores e idólatras. Seus seguidores dizem: “Que ‘palavra’”! Nada viram senão frasco. Para esse astro, o importante, é a 
mensagem” e não o povo.

Não se contentam. Criaram outros frascos: “as mágicas curandeiras e milagrosas”. Nesses ambientes não é conveniente ler o evangelho, pois pode ser que atrapalhe. Na verdade o evangelho nada tem a dizer sobre tal palhaçada. Mas, para parecer coisa de “crente”, utilizam o evangelho dizendo o que ele nunca pretendeu dizer. Duro será o juízo para esses mercenários, caso não se arrependam.

O evangelho é simples. Apesar de sua grandeza, ele cabe num encontro de dois ou três. Ele cabe em lugares simples, cedidos gentilmente por discípulos que entenderam o significado do Reino. O evangelho da graça cresceu num ambiente que não dependia de nada, simplesmente de vasos feitos do pó. Avançou não em função de meios que temos como a tecnologia, transportes e meios de comunicação. Avançou segundo a eficácia de si mesmo. Ele é poder de Deus. O evangelho da graça se estende através das raízes que cria nos corações e se alastra de forma natural mediante a continuidade da simples proclamação daquilo que é o simples EVANGELHO DA GRAÇA. Paulo disse: “porque, partindo de vocês, propagou-se a mensagem (o evangelho) do Senhor na Macedônia e Acaia” – 1Ts 1.8

Cansei amigos!

Cansei de dar satisfação para aqueles que me perguntam: “Quantos membros tem na sua igreja?”. Não sei quantos têm e não me importo com isso, se tão somente estiverem crescendo na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. Querem medir meu ministério pelo número, enquanto que a Palavra diz que “o que se requer dos despenseiros é que sejam achados fiéis” – 1Co 4.2. Quero apenas ser achado fiel. Fiel à “clara exposição da verdade, renunciando aos procedimentos secretos e vergonhosos, não usando de engano, nem torcendo a palavra de Deus” – 2Co 4.2. Antes, quando estiver entre eles (o povo), não irei com discurso eloquente, nem com muita sabedoria, mas os farei saber o evangelho da graça com toda a sua forma cristalina, eterna, inesgotável, entretanto, simples – 1Co 2.1-5

Ao assumirmos essa postura, possivelmente também, haveremos de carregar o vitupério de Cristo, mas no Dia dEle, o Supremo Pastor, “receberemos a imperecível coroa da GLÓRIA” – 1Pe 5.4. Pois a coroa é para aquele atleta que compete de ACORDO com as regras... – 2Tm 2.5

Concluindo...

Somente assim, o evangelho da Graça atuará como poder de Deus para salvação...

Tolerem-me na minha angústia e na minha simultânea alegria, pois resulta de minhas reflexões como caminhante do Evangelho....

Forte abraço!

NAquele que é a Verdade e o Caminho...

Wellington Miguel, servo de Deus e vosso

5 comentários:

  1. A graça incomoda, porque diz ao homem que seus atos não possuem valor meritório para adquirir algo de Deus. Isto incapacita o homem orgulhoso do nosso século, deixa-o mancando e incapaz.

    Por isso é escândalo, porque a graça diminui o homem para exaltar só a Deus.

    ResponderExcluir
  2. escrevi"graça para o desgraçado". Quando se prega outra saída para resolver o QUE SOMOS e não o QUE FAZEMOS, estamos traindo o Evangelho.
    CRUEL CURA- foi tema que discuti as "curas" hodiernas. Cura sem a cruz é "uma cruel cura sem cruz".

    ResponderExcluir
  3. parabéns pelo seu artigo. Perdemos a real "visão da graça" e somos adeptos de paliativos. Pode ser fatal e as consequências poderão ser colhidas na eternidade, pois cura ou libertação "sem graça" é um engano.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado meu amigo Pr.Wellington Miguel.Sua sensibilidade em demonstrar a verdade bíblica me leva a louvar a Deus por sua vida. Que ele continue usando suas palavras e suas letras para abençoar e edificar a igreja de Cristo.Forte abraço.

    Wesley A.Peronica

    ResponderExcluir
  5. Sim amados amigos e caminhantes dessa Graça.

    O Evangelho da graça lido sem nossas lentes denominacionais, preconceituais e despretensiosamente aplicado, se dá a conhecer eficaz, profundo e simples, sem necessidade alguma de adornos para ser apresentável.

    Quando assim exposto, por si mesmo atua.

    Forte abraço!

    ResponderExcluir