Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

sábado, 20 de abril de 2013

ENCONTRANDO AQUILO QUE ME ACHOU - Tudo por ele...


"O Reino dos Céus é como um tesouro escondido num campo. Certo homem, tendo-o encontrado, escondeu-o de novo e, então, cheio de alegria, foi, vendeu tudo o que tinha e comprou aquele campo" – Mt 13.44 

Por: Rev. Wellington Miguel

O Reino dos céus é como um tesouro escondido. O que isso sugere? Sugere a forma como ele é: invisível. O Reino não vem de forma visível, não possui local onde possa ser encontrado. Nele não há palácio. O seu trono nada mais é do que sua própria autoridade e soberania. O Rei deste Reino, também não pode ser visto, mas Se faz presente. Na verdade, Sua presença é o próprio Reino. NEle tudo subsiste e é sustentado por Sua poderosa Palavra. NEle estão todas as coisas, mas Ele não é todas as coisas.

Mas este Reino está aí. Está aí para ser achado. Não porque cabe a alguém o mérito de o encontrar, mas encontrar aquilo que o procura. O Reino está à procura de verdadeiros adoradores. Adorador não é aquele que simplesmente canta, ergue as mãos e diz alguma coisa ao Totalmente Outro, mas aquele que reconhece e vive a renúncia de suas paixões e, encontrando aquele que O procura, a este se entrega para adoração, que nada mais é uma forma de vida que implica nas mais variadas formas de serviço, obediência e fé nEle e para Ele, Jesus.

Então, encontrando aquele que o procura, vive-se uma alegria tal que, a atitude que se toma é a venda de tudo o que tem para se obter aquilo que o achou, o Reino dos céus. Nada mais tem o valor que o Reino dos céus. Ser achado no encontrar o Reino dos céus, leva ao amor maior, amor este que deprecia algumas coisas e não despreza outras, que abandona situações e não o ser humano, que trata apegos e não isenta de compromissos, que remove pecados e não responsabilidades.

O Reino em primeiro lugar. Um priorizar comprometido com a vida e seus íntimos. Um priorizar interior que reflete e vive-se para o outro, seja pai, mãe, mulher, filhos, irmãos e irmãs. Um viver em luz e sal. Um viver em proclamação, às vezes sem proclamar, mas apenas um demonstrar silencioso, sendo gente boa.

Vender tudo e “adquirir” o Reino implica simplesmente numa correção da postura ante a vida com toda a sua beleza. Correção esta proposta e efetuada unicamente em Cristo e no Seu Evangelho gracioso. É um remover do mundo para ser enviado a ele, agora sem se contaminar, mas influenciar, temperar, reluzir. Pois o Reino dos CÉUS estava próximo, chegou, não em plenitude, mas chegou, embora já estivesse. Está, sendo cada dia mais pleno em seu reconhecimento e conhecimento. Assim na terra como nos céus, o Reino é a inculturação do céu na terra. O Reino é um caminhar na terra com a mente do céu. A mente oriunda do arrependimento-fé que, em Cristo nasceu de novo, nasceu do alto, para que do que se aprende do alto, vive-se aqui nos antros deste planeta.

Assim, aquele que vendeu tudo é aquele que pelo e no Reino quer viver. É a partir do Reino. Tudo começa e se orienta no Reino-vontade de Deus. Do contrário, uma catastrófica vida se viverá, pois, a maior tragédia da vida ou na vida não é a morte ou qualquer coisa que consideremos. Mas a maior tragédia é viver toda a existência sem conhecer e viver o propósito de Deus. Simplesmente não se viveu, não compensou existir.

Venha o Teu Reino que não aliena, mas encarna a graça do caminhar em Cristo na terra e entre os homens.

Forte abraço! 

Wellington Miguel,

Servo de Deus e vosso

4 comentários:

  1. Que todos aqueles que ainda não encontraram o maravilhoso tesouro, o reino de Deus, possam pela graça de Deus encontrá-lo e serem transformados por sua grandeza.Venha o teu reino meu Senhor!

    Wesley A.Peronica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tudo já foi consumado. Um homem, vestindo carne humana e assumindo a natureza humana eternamente foi o cordeiro de Deus que "arrancou" o pecado do mundo. Ele me ACHOU (EVANGELHO) e a minha tentativa de achá-LO é a religião. prefiro o Evangelho que me achou a aceitar os postulados e invencionices da religiosidade.
      Temos natureza de Serpente, índole do Velho Pai de todos (o Diabo) que inoculou todo o veneno em nossa alma.
      Somos criaturas de Deus até que o Evangelho nos ache e troque a nossa natureza.
      estou escrevendo sobre SERPENTES e FILHOS DO DIABO, na ótica da Palavra eterna e indestrutível
      parabéns pelo texto. A Palavra não falha
      Mário Gardini

      Excluir
  2. Então amigos, assim é. Assim é o Reino, ele vem enquanto o procuramos sem o saber, pois procuramos significados e sentidos, e, encontrando aquilo que me achou, vejo que a busca termina, pois nele, o Reino, está o meu significado. Portanto, este Reino-vontade de Deus é, enfim, o meu lugar.

    Obrigado pela participação neste blog!

    Abç´s

    Wellington Miguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o descanso na Palavra Eterna e na Crucificação (morte do velho homem) é o fim de todas as nossas buscas.
      O Evangelho é Deus, por meio de sua Graça, buscando o que se havia perdido.
      a Graça é Deus DANDO TUDO, FAZENDO TUDO A QUEM NADA MERECE E NUNCA VAI MERECER
      Mário Gardini

      Excluir