Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

NA CONTRAMÃO DO SISTEMA


Por: Wesley A. Peronica

No Novo Testamento a palavra “mundo” do original grego kosmos, tem sentidos diferentes dependendo do contexto no qual ela se encontra. Kosmos é usada para definir o universo como um todo, assim como está em At 17.24; em Jo 13.1 ela é usada para definir a terra; em Rm 3.19 é usada para definir toda a raça humana; em Jo 15.18 é usada para definir a humanidade exceto os crentes; em Rm 11.12 é usada para definir os gentios em contraste com os judeus; em Jo 1.29 é usada para definir somente os crentes e por fim em 1 Jo 2.15 é usada para definir o sistema mundial. É sobre o sentido de sistema mundial que quero discorrer de forma breve nessa reflexão.

Esse sistema são os conceitos éticos e morais, filosóficos e ideológicos que se contrapõem aos princípios de Deus que foram estabelecidos em Sua Palavra. O mundo como sistema anti-Deus, desconsidera as verdades absolutas e abraça o relativismo ético e filosófico. O que importa é o ponto de vista de cada pessoa. Se alguém julga certa conduta ou comportamento correto, independente se tal atitude contraria a ética bíblica, essa pessoa não deve ser contrariada de forma alguma, e se alguém se opuser, essa pessoa será tida por preconceituosa. Aqueles que andam nas pegadas desse sistema pecaminoso não aceitam o confronto, rechaçam o Evangelho de Cristo e zombam dos que O seguem.

Os conceitos mundanos rejeitam a Palavra de Deus como autoridade que deve servir como referência para a conduta do homem. O mundo, no sentido de sociedade incrédula, tem como referência seus próprios desejos e anseios, isso nada mais é que a substituição do teocentrismo pelo antropocentrismo, Deus não está mais no centro e sim o homem. Esse sistema anti-Deus prega o hedonismo, a busca a qualquer custo pelo prazer, julgam o prazer como um fim em si mesmo, o que importa na vida é obter e satisfazer os desejos que trarão prazer à nossa alma. São também adeptos da filosofia do pragmatismo, ou seja, para essas pessoas o importante é o resultado em tudo o que forem fazer, não importa em que área da vida seja, para elas o que vale não é o que é certo e sim o que dá certo, em outras palavras, os fins justificam os meios.


Além dessas, o sistema maligno levanta a bandeira do individualismo, onde as pessoas não mais se importam com as necessidades alheias, posto que vivem tão somente para agradarem a si mesmas; elas constroem um mundo onde elas governam, são egoístas, pois só olham para o próprio umbigo.

Gostaria de mencionar o texto de Rm 12.2 onde Paulo diz: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (NVI).

O cristão que quer agradar a Deus deve andar na contramão desse sistema, ele não se amolda ou não se conforma com o que o mundo considera como correto ou aceitável. Ele permite que sua vida seja transformada pelo poder da Palavra de Deus. Seu maior desejo é viver no centro da vontade de Deus. Estamos vivendo tempos difíceis, onde o mundo quer que aceitemos suas práticas pecaminosas, suas filosofias baratas e desprovidas de fundamento. 

Querem que calemos a nossa voz em meio a essa avalanche do liberalismo moral que infelizmente tem invadido até mesmo algumas igrejas que se dizem evangélicas. Não importa o que o mundo está dizendo, não importa se todos ficarem contra nós, não importa se a cada dia essa fornalha se torna mais quente, o importante é que Deus, o nosso Pai amoroso, está conosco no meio dessa guerra espiritual. Ele é o nosso General, é Ele quem luta as nossas guerras. O desejo e propósito de Deus é que nos mantenhamos fiéis em todo o tempo. O mundo não pode nos prender com seus laços traiçoeiros e suas armadilhas enganosas. Nós possuímos algo que pode vencer tudo isso, a nossa fé. “O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé” (1Jo 5.4).

Em Cristo,

Wesley Alves Peronica.

2 comentários:

  1. Não é agradável andar na contramão do sistema. Muitos têm se deixado levar pela correnteza porque têm necessidade de serem aceitos. Mas os que querem ser aceitos por Deus devem entender que a glória desse mundo passa e é inimiga de Deus.

    ResponderExcluir
  2. É isso aí Pastor...é preciso fé e coragem para ir contra tudo o que o mundo oferece e permanecer firme! Abs.

    ResponderExcluir