Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

JUSTIFICADOS POR CRISTO


Por: Wesley A. Peronica

Inicio este artigo fazendo o seguinte questionamento: É possível ao homem ser justificado diante de um Deus que é santo e cuja exigência é a perfeição? Certamente se olharmos com as lentes humanas, de imediato constataremos que de fato é impossível ao homem, por si só, alcançar ou atingir tal posição perante Deus, ou seja, ser considerado justo. Sabemos que o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus, ele era perfeito antes da entrada do pecado, porém, quando desobedeceu a Deus, teve sua identidade espiritual descaracterizada, a partir daí o homem se tornou um pecador, ele errou o alvo, se afastou de seu Criador, perdeu a comunhão com Deus, se tornou inimigo de Deus.

Não serei extenso na questão da redenção porque sei que o leitor a conhece bem, de forma que serei bem breve. Sabemos que Deus providenciou a solução para o problema do pecado quando prometeu ainda no Antigo Testamento a vinda do Messias que seria o Libertador do povo escolhido de Deus. Ele os salvaria de seus pecados. É aqui onde desejo discorrer de forma clara e simples sobre a justificação.

Alguém pode perguntar: Como o homem pode ser justificado diante de Deus, já que se afastou tanto dEle? Bem, a resposta é simples: Cristo Jesus, o Deus encarnado, o prometido do Antigo Testamento, o Messias, o Salvador de Israel, o homem de Nazaré, filho de Maria e José, nascido em Belém da Judeia, esse mesmo, que um dia veio entre nós, nos mostrou Sua graça e Seu amor, e morreu na cruz para perdoar os nossos pecados e ressuscitou ao terceiro dia para nossa justificação, Ele é a causa de nossa justificação.

A justificação é o ato pelo qual Deus declara justo aquele que crê pela fé no sacrifício de Seu Filho, pelos méritos de Jesus Cristo somos declarados justos diante de Deus. Somos justificados pela fé. Agora, Deus quando nos olha, não nos vê mais como miseráveis pecadores e merecedores do castigo eterno, mas sim como justos e santos por meio do sangue do Seu amado Filho que foi vertido na cruz do Calvário. Devido à morte substitutiva de Jesus, somos declarados inculpáveis diante de Deus. A justificação revela a graça de Deus. Ele deu Seu melhor para nos salvar da escravidão do pecado.

“Nossa dívida foi colocada na conta de Cristo e Ele, na cruz, rasgou esse escrito de dívida que era contra nós e pagou toda essa dívida com o Seu sangue, dando um brado de vitória: ‘Está consumado’. Mais, a justiça de Cristo foi depositada em nossa conta. Agora, estamos vestidos com vestes de justiça. Fomos justificados!” – Hernandes Dias Lopes.

Esse ato soberano e amoroso de Deus deve nos levar a adorá-lo e bendizê-lo com toda a força do nosso ser. Louvado seja o Senhor que nos amou primeiro e decidiu enviar Seu único Filho. Em Jesus Cristo nós somos mais que vencedores, alegre-se meu irmão, pois você é um justo diante de Deus!

Em Cristo,

Wesley Alves Peronica

2 comentários:

  1. Parabéns ao irmão Wesley, que tem uma mente doutrinada na visão reformada. A doutrina da justificação é um dos pilares do Evangelho e do protestantismo, isto é, de volta à Palavra!

    ResponderExcluir