Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A VINHA VIZINHA



O rei Acabe cobiçou a vinha do seu vizinho Nabote, e lhe ofereceu certa quantia por ela. A resposta foi não, e ele ficou insatisfeito, sem dormir, sem comer. Sua esposa, a rainha Jezabel, ao saber do ocorrido, lhe garantiu que ele teria a vinha. Difamou Nabote, acusando-o de blasfemo, e ele acabou morto por apedrejamento. Deus então enviou o profeta Elias, que confrontou o rei em sua maldade. Ele até se arrependeu, embora tarde, pois seu vizinho já havia sido eliminado...

Estes personagens refletem alguns pastores de nossos dias.

1- Acabe: Pastores cobiçosos, que desejam o que pertence a outrem, fazem proposta, subornam. Ficam de olho na congregação que rende mais, no membro que tem o dízimo maior, no empresário que é disputado para vir para sua igreja, nas tetas gordas dos políticos, onde mamam, e aliviam assim sua cobiça insaciável.

2- Nabote: São poucos os pastores como Nabote, que não vendem sua herança. Muitos nem precisam de Jezabel para difamar. Dão motivo para isso em sua própria conduta. Vendem sua vocação, trocam o cajado por maletas, exploram o rebanho, como disse alguém: “o pastor quer o bem das ovelhas; o lobo quer os bens da ovelha”. Mas existem os Nabotes, que zelam de sua vinha, protegem sua herança até à morte, imitam a Cristo, dando a vida pelas ovelhas.

3- Jezabel: Pastores difamadores, mentirosos, abusam do poder de que foram investidos. Usam o nome de Deus, mas não são usados por Deus. Assim como essa mulher, que acusou seu vizinho de blasfemar contra Deus, enquanto ela mesma não servia a Deus. Era uma escrava de Baal. Muitos são assim, falam de Deus, mas são escravos de Mamom. Até se parecem com os honestos, mas são impostores. Estão entre o trigo, mas são joio. Falam de Deus e de Mamom como se ambos vivessem em acordo. Misturam a mentira com um pouco da verdade, a fim de serem aceitos.

4- Elias: São os que denunciam, encaram os que abusam da autoridade, seja ela civil, política ou eclesiástica. A eles vem a palavra do Senhor, e eles a pronunciam com autoridade. Não têm rabo preso com ninguém, portanto não têm medo de dizer a verdade. Chamam os Acabes ao arrependimento e não ficam massageando o ego deles só porque estão no trono.

Pastores e líderes, com quem nos identificamos entre esses personagens? Como estamos olhando para a vinha vizinha?

Dia tes písteos.

Pr. Cleilson 

(publicado também no jornal Folha Cidade Gospel de Vilhena/RO).

Um comentário:

  1. Infelizmente há em nosso meio muitos "acabes e jezabels" transventidos de pastores, mas na realidade são verdadeiros lobos.Que os pastores sérios como Nabote e Elias continuem amando as ovelhas que Deus confiou a eles para apacentarem e um dia receberão a recompensa das mãos daquele que tudo vê.

    ResponderExcluir