Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

sexta-feira, 8 de julho de 2011

OUTRO TE CINGIRÁ (JOÃO 21.19)


Não é fácil deixar que outros venham nos cingir. É virar a outra face, é deixar a capa além da túnica, é caminhar a segunda milha, é dar e emprestar sem virar as costas (Mt 5.39-42). Tudo isso acontece somente com os crentes maduros. Jesus disse a Pedro que quando ele era "mais moço" as coisas eram diferentes. Somente crentes mais "velhos" poderão permitir ser cingidos por outros e ir para lugares onde não querem.

O Pedro mais novo era impetuoso, andava por onde queria, agia por impulso, sem pesar as consequências. O Pedro mais novo é como o crente que até ama mesmo a Jesus, mas não sabe que a expressão desse amor procede de um coração submisso e resoluto. Ama ser cristão, mas reage muitas vezes como um não cristão. O crente "mais moço" é defensor de Jesus, mas com as armas erradas: ele chega a cortar as orelhas dos seus perseguidores...

Jesus tinha dito a Pedro que haveria um tempo em que ele seria convertido (Lc 22.32). Nesse tempo, ele deveria fortalecer seus irmãos. O crente mais novo não se preocupa com isso, ele quer ser confortado, mas não conforta ninguém. Jesus havia rogado por Pedro para que sua fé não desvanecesse, mas Pedro era intercessor de quem? Ele foi um dos que ficaram com raiva por causa do pedido de Tiago e João, de se assentarem à direita e à esquerda de Jesus no Seu reino (Mt 20.22-24).

Crentes mais novos não acham que seu sofrimento sirva para alguma coisa. Mas os crentes maduros chegam a morrer para a glória de Deus (Jo 20.19), pois sabem que seu sofrimento e até a morte desenham o perfil de um seguidor genuíno de Cristo, o seu Senhor. O Pedro mais velho tanto aprendeu, como ensinou isso. Aprendeu de tal forma, que em Atos 12 foi conduzido à prisão, sendo livrado milagrosamente pelo anjo do Senhor. E ensinou de tal forma, que na sua primeira epístola, ele falou de sofrimento em todos os capítulos!

Crentes mais velhos é que sabem o valor de se parecer com o Cordeiro de Deus, pois eles são ovelhas também levadas para o matadouro (Rm 8.36)! Crentes mais velhos não fazem o que querem, mas o que Deus quer, sujeitando-se a muitas coisas para que o nome de Deus não seja blasfemado. Crentes mais velhos não gritam em sua defesa, mas proclamam o reino de Deus!

Crentes mais velhos seguem a Jesus: a tradição nos conta que Pedro foi crucificado de cabeça para baixo, pois, no momento de sua crucificação, ele mesmo pediu isso, porque não se achava digno de morrer como seu Mestre! Jesus havia dito a ele: "segue-me" e ele O seguiu! Foi o mesmo tipo de morte! Pedro morreu como crente mais velho!

Amadurece teus filhos, Senhor!

Hoje somos encorajados a defendermos nossos direitos e nos esquecemos de que nossos verdadeiros direitos são intocáveis, eles estão garantidos para nós pelo sangue vicário do Filho de Deus! Ninguém poderá retirar o que Deus nos deu! Não nos encaixemos nesse tipo de crente "mais novo" que briga por tudo, que choraminga por tudo, tem coragem de revidar contra quem lhe persegue, mas não tem coragem de "seguir" a Jesus em Sua morte! Fujamos do estilo do crente "mais novo", que até se esforça pelo reino de Deus, mas quer introduzi-lo ao modo imperialista, na base da espada, da força, do grito, dos direitos, etc. Sejamos cristãos mais velhos capazes de olhar para nossa pátria celestial, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo (Fp 3.20).

Dia tes písteos.


Pr. Cleilson

6 comentários:

  1. Ameeeiii!!!
    Quero ser crente mais velho!
    Parabéns, mano...

    ResponderExcluir
  2. No momento que lia esta postagem recebi a notiçia que minha moto havia sido roubada, fiquei triste,pois, passei por situações semelhantes recentemente, após alguns minutos terminei a leitura e perguntei pra mim mesmo? Que tipo de crente Eu sou novo ou velho? Maduro ou imaturo? Por fim pude me alegrar em relembrar que a Pátria que me espera não haverá mais sofrimento , nem mesmo ladrões, por isso vale a pena tomar as dores do verdadeiro evangelho e se preciso for sofrer por Cristo. ( A grande benção + ou - 15 horas após o roubo a moto foi encontrada. Glória a Deus.

    ResponderExcluir
  3. Vejo como é importante quando o cristão avança na maturidade cristã.Fiquei impressionado com o comentário da irmã Clair.Ela deu um testemunho de como o crente deve agir na hora do problema.Pr.Cleilson, que Deus continue te usando para abençoar vidas através de seus escritos.Que Deus abençoe a todos!

    ResponderExcluir
  4. realmente que crente nos somos sera na dor no sofrimento nas dificuldade, sera nos somos uma crente maduro, ou imaturo,mesta dificulta , nos sabemos,que espece de crente nos samos para deus,nos,sera que tipo de vaso nos samos,para deus um cheio de defeito furado vazio,o caraçaõ cheio de maldade, pense e reflita

    ResponderExcluir
  5. Faby Witcel :) disse...
    Eu quero ser crente mais velha, prosseguindo para o Alvo que é Jesus...
    Me ensina Deus, já tem me ensinando...
    Abramos os olhos enquanto é tempo Geração Eleita!
    Abraço Pr. Cleilson...
    Parabéns o blog Teolatria esta impactando vidas, concerteza, tem usado com sabedoria e verdade para nos ensinar a palavra e única que esta na bíblia!

    ResponderExcluir
  6. Como é triste ver que após tantos anos ainda, preciso amadurecer tanto, sou crente novo ainda em tantas áreas e o pior que me identifico tanto com o Pedro moço, e como falta ainda para parecer com o Pedro velho, "Ensina-me Senhor a contar meu dias de forma que alcance um coração sábio" Sl 90.12. Me ajude meu Deus.

    obrigado Pastor pois estas postagens nos leva a meditar na Palavra de Deus, que Deus te abençoe muito.

    ResponderExcluir