Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

quarta-feira, 13 de junho de 2012

O REI JEOÁS E A FALTA DE EXCELÊNCIA (2Re 13.14-19)


Como não deu pra gravar o sermão de domingo, vou transmiti-lo aqui por escrito (aos colecionadores de Tiago, boa notícia: não preguei em Tiago domingo... ufa! Fica pra domingo que vem o capítulo 4). Senti a grande necessidade de falar com a igreja sobre a falta de excelência com que nós agimos e trabalhamos no reino de Deus.


Apesar do rei Jeoás ser um rei mau aos olhos do Senhor, como seu pai Jeoacaz, filho de Jeú, todavia, ele foi um homem que se importou com o profeta Eliseu, que estava doente e foi visitá-lo. Falei sobre a importância de visitarmos os enfermos da igreja, pois isso está relacionado com a fé que professamos ter em Cristo (Mt 25.36).


Outra verdade desse texto que destrói completamente com o ensino da prosperidade é que Eliseu estava padecendo da enfermidade da qual haveria de morrer (v. 14)! Os mestres da prosperidade evitam esse texto a todo custo, muito embora já tenham mudado muito sua doutrina nos últimos dias. O versículo quer dizer que Eliseu morreu doente (provavelmente câncer, segundo alguns comentaristas) e que nem mesmo seu ministério de milagres (o segundo maior do AT) o curou. Ficou doente e assim morreu... será que Eliseu estava em pecado? Alguma dívida com Deus?


Do v. 15 ao 17, o rei obedece fielmente a todas as ordens do profeta Eliseu. Ele toma um arco e flechas, põe a mão sobre o arco, abre a janela para o oriente, ele atira uma flecha nessa direção, toma mais flechas, só que na última ordem, o rei economiza e atira apenas 3 flechas ao chão! Que pena! Que falta de excelência! Isso deixa o homem de Deus irritado com o rei e diz a ele: "Cinco ou seis vezes a deverias ter ferido; então feririas os sírios até os consumir; porém agora só três vezes ferirás os sírios" (2Re 13.19).


Aqui está o teor da mensagem. Foi por falta de excelência que o rei Jeoás não conseguiu êxito sobre seus inimigos. Assim acontece conosco. Por falta de excelência no reino de Deus é que nós perdemos a grande oportunidade de crescermos espiritualmente e continuamos medíocres. Essa é a verdade. Muitos de nós estamos satisfeitos com nossa mediocridade e não nos aperfeiçoamos no reino de Deus. Economizamos flechas, não nos aplicamos às coisas de Deus como fazemos em relação às nossas coisas... isso é triste... por isso é que nossas igrejas não desenvolvem o perfil da igreja primitiva, porque os apóstolos e os discípulos faziam as coisas com excelência para Deus, e nós?


Fala-se muito em "vitória", "vencer", e coisas semelhantes, mas não se fala na excelência da obediência! O que gera vitória completa é isso: obediência irrestrita! É sobrar na obra do Senhor, como disse Paulo: "Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor" (1Co 15.58). Grifei o termo "sempre abundantes". Observem, não é "abundante de vez em quando", e nem tampouco "sempre medíocres", mas "sempre abundantes", isto é, tudo o que formos fazer para o Senhor na Sua obra deveria ser feito com excelência, com sobra, com abundância e não darmos resto para Deus, enquanto nos esforçamos pelas nossas coisas materiais!


Falo isso porque muitos de nós encaramos frio, chuva, calor, doenças e outras dificuldades mais para estarmos em nosso local de trabalho, mas ao menor sinal de qualquer dessas intempéries, nós somos prontos a nos recuar para sequer estar na igreja, que é o mínimo que se faz no reino de Deus! Verdade, ou não? Não economizamos flechas para nossos afazeres, mas nos omitimos e muito para os afazeres do Pai!


Que o Senhor nos desperte a tempo, pois poucas flechas é um sinal de poucas vitórias! E quem sabe precisaríamos de vencer justamente aquilo a que nos dedicamos mais além do nosso Deus...


Dia tes písteos.


Pr. Cleilson

3 comentários:

  1. que belo texto! que bom que voltastes Homem de Deus. Senti muito a sua ausência (principalmente a ausência da sua sapiência nos 'posts'.

    um abraço...

    Wéllykem Marinho

    ResponderExcluir
  2. Palavra ótima, excelência na obra de Deus,bom ter sempre um prato novo na minha caixa de E-amail. Ficaste fora, mas como é um pastor de verdade, daqueles que não economiza as flechas, eu ainda tinha pratos no E-mail. Mas nada como uma mensagem não lida piscando para mim.

    Bem vindo à ativa no blog.

    Dinalva

    ResponderExcluir
  3. Olá, queridos. Estamos de volta sim e com muita saudade de vocês. Vamos compartilhando e mandando bala (flecha). Risos. Deus abençoe a vocês. Grande abraço...

    ResponderExcluir