Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

terça-feira, 9 de agosto de 2011

O CONVITE DE FILIPE: UM CONVITE DE FÉ

Perguntou-lhe Natanael: De Nazaré pode sair alguma coisa boa? Respondeu-lhe Filipe: Vem e vê. 
(João 1.46)


Um dia depois de ter chamado André e Pedro para Lhe seguirem, Jesus parte para a Galileia e encontra a Filipe a quem diz: "Segue-Me". Filipe encontra-se com Natanael (o mesmo Bartolomeu) e dá testemunho de que Jesus era o Messias, e que eles O haviam encontrado. Porém quando Natanael ouve dizer que este homem era de Nazaré (pequena povoação da Galileia e sem nenhuma importância na época), ele desdenha.

Engraçado que Natanael era, provavelmente da cidade de Betsaida, a mesma cidade de Filipe, André e Pedro. E Betsaida estava localizada ao norte do mar da Galileia, perto da desembocadura do Jordão nesse mar. Portanto, não era somente Nazaré que era uma cidade desprezada. Qualquer cidade do norte, pertencente à Galileia também era. Os judeus do sul não se davam bem com o pessoal da Galileia. Parece que Natanael estava seguindo a linha geral do senso comum do povo da Judeia. Eles menosprezavam os habitantes do norte. Observe, por exemplo, em João 7.52 como os fariseus desdenham a Galileia, afirmando que dali nunca se levantara um profeta! Entretanto em 2Reis 14.25 vemos que o profeta Jonas era de Gate-Hefer, a qual os comentaristas localizam como sendo na mesma região da Galileia.

Filipe poderia ter argumentado com Natanael nos termos de antipatriotismo, mas ele não o fez. "Cara, você deveria honrar nossas cidades do norte, mas você fala como um dos moradores da Judeia, desprezando nossas cidades". Entretanto, Filipe faz um convite de fé para seu amigo. Ele diz: Vem e vê!

Esse é de fato um convite de fé. Poderia ter dito: "Vê e vem", como para justificar se valeria a pena seguir a Jesus. Poderia ter dito: "Experimenta. Depois, se gostares, segue-O!", mas não! Ele o convida para seguir antes de conhecer. Vem primeiro, depois tu verás o que se pode justificar tua vinda!

Jesus impressiona Natanael quando este resolve ir. "Aqui está um verdadeiro israelita, em quem não há dolo", disse Jesus para ele. Quando o diálogo se desenvolve, Natanael percebe que Jesus é o "Filho de Deus" (um apelativo messiânico). Jesus havia dito a ele que o tinha visto debaixo da figueira antes de Filipe lhe chamar! O homem ficou impressionado! Agora que ele "veio", ele estava "vendo"! Exatamente como Filipe lhe havia dito: "Vem e vê"!

Mas coisas maiores que isso eles estavam por ver. Nós também.

E você, veio para Jesus porque viu, ou viu porque veio antes? Como respondeu ao convite de fé? Ou fomos como a maioria hoje, querem primeiro ver o que Jesus pode fazer por eles, para depois decidirem se querem segui-lO?...

Dia tes písteos.

Pr. Cleilson

3 comentários:

  1. parabens pelo estudo nos temos ser como como andre e pedro sendo testemunha viva de cristo eu vinhe porque ele morreu pelo meu pecado cada porque ele venceu a morte na cruz, pelo seu povo muito ainda saõ incrato, em vez de testemunha de cristo nos sabemo so reclamar e murmurar. em vez de agradecer a paz do senhor

    ResponderExcluir
  2. Devemos seguir a Cristo simplesmente por amor.Não merecemos nada de sua parte.A salvação já deve ser o único motivo para vivermos uma vida que o agrada.Que Deus nos ajude a serví-lo com todo o coração nunca esperando receber algo em troca.

    ResponderExcluir
  3. A visão é um método eficaz de aprendizado, com ela temos um grande potêncial, mas se tratando de Cristo não se faz necessário conhecê-lo para depois segui-lo. Infelizmente as pessoas são propensas a crerem naquilo que vêem e muitos têm usado isso para induzirem as pessoas crer em Cristo por aquilo que Ele pode fazer, e não por aquilo que Ele é contradizendo totalmente o evangelho. O convite ainda continua sendo um convite de fé, pois, Ele mesmo disse: Bem aventurado os que não viram e creram.

    ResponderExcluir