Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Alex, Pb. Wesllen Ferreira, Dc. George Michael, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

POSSO TER CERTEZA DA MINHA SALVAÇÃO?


É comum entre os cristãos essa pergunta. Frequentemente ouvimos esse questionamento e até alguns debates sobre isso: podemos ter certeza da nossa salvação? Para respondermos a esta pergunta, precisamos entender algumas coisas e fugir de alguns extremos.

Primeiro, há o extremo de dizer que ninguém pode ter certeza de que está salvo. Isso contraria o texto de 1Jo 5.13, que diz: "Estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus". Então tem como saber que temos a vida eterna. João diz que quem crê no nome do Filho de Deus tem a vida eterna e precisa saber disso.

Segundo, há o extremo de pensar que todos os que têm uma religião, ou frequentam uma igreja estão salvos. Jesus disse: "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus" (Mt 7.21). Em Jo 6.40, Jesus diz qual é a vontade do Pai: "De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir o Filho e nele crer tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia". Então não basta dizer que Jesus é Senhor, tem que crer nEle e terá a vida eterna.

Terceiro, há o extremo de pensar que todos são filhos de Deus e, portanto estão todos salvos. O testemunho bíblico é que nem todos são filhos de Deus. "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome" (Jo 1.12). Somente os que creem é que são filhos de Deus e, portanto, salvos.

Bem, como puderam perceber, nessas 3 referências supracitadas, a certeza da salvação está relacionada à fé, a crer em Cristo Jesus. Agora, como disse no início, precisamos entender algumas coisas e uma delas é entender o que é fé, o que é crer em Cristo.

Precisamos esclarecer o conceito de crer em Cristo, que, na visão popular é um conceito muito distorcido. Popularmente, crer é acreditar em Deus. Com isso, muitos desavisados pensam que são crentes pelo fato de acreditarem que Deus existe. Mas veja o que diz a Bíblia sobre esse tipo de fé: “Crês tu que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios creem e tremem” (Tg 2.19). O fato de crer que Deus existe e até mesmo de crer que Ele é único não é suficiente para que alguém diga que é salvo. Os demônios também creem (e até estremecem, coisa que muita gente não faz...) e nem por isso são salvos...

Crer também não é acreditar na história de Jesus, no Seu nascimento virginal, Sua vida sem pecado, Suas obras poderosas, Sua morte, ressurreição, ascensão e segunda vinda. Faz parte, mas não é só isso.

Também, crer não quer dizer que alguém que acredita que Deus vai lhe curar de alguma enfermidade seja realmente salvo. Ou crer que vai receber uma bênção material de Deus (e de fato isso acontecer) quer dizer que esse alguém realmente seja salvo.

Então, o que é crer, segundo o conceito bíblico? Em resumo, crer na Bíblia significa confiar, não acreditar apenas. Tem diferença. Por exemplo, Charles Blondin, o maior equilibrista do mundo, em 1958 atravessou sobre um cabo de aço as cataratas do Niágara totalmente desprovido de qualquer material de segurança. Perguntou quantos acreditavam que ele pudesse atravessar. A multidão, em peso, levantou a mão. Todos acreditavam. Mas quando ele perguntou se alguém confiava que ele pudesse atravessar e viesse junto com ele naquele cabo de aço, ninguém se manifestou! Ele desafiou seu empresário e este sim, aceitou o desafio e atravessou nas costas de Blondin!

Assim é a verdadeira fé salvadora, a fé que a Bíblia ensina que devemos depositar em Jesus Cristo. Não apenas que Ele existe ou que seja capaz, mas depositar nEle tal confiança que entregue sua própria vida aos cuidados dEle, à direção dEle.

De acordo com a Bíblia, porém, antes que alguém possa crer em Cristo, esse alguém precisa nascer de novo. Alguns ensinam que para nascer de novo é preciso crer. Todavia, a Bíblia ensina o contrário. É preciso nascer de novo para poder crer. Observe este versículo: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome. Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus” (Jo 1.12,13). É dito que os que creram no nome de Jesus, antes precisaram ter nascido de novo, não da vontade própria ou do homem, mas de Deus. Então a ordem é nascer de novo (de Deus), para depois crer.

Como posso saber se nasci de novo? Bem, o novo nascimento nos traz algumas características. Antes de nascer de novo, o homem só é inclinado para as coisas da carne, do pecado. Isso não quer dizer que só faça coisas ruins. Faz também coisas boas. Mas sua inclinação é contra a vontade de Deus, contra Suas leis. Mas quando alguém nasce de novo, ele passa a ter uma inclinação para as coisas de Deus, passa a amar a lei de Deus, a qual antes rejeitava. Isso é um sinal de que você nasceu de novo.

Alguém pergunta: mas com esta nova inclinação para as coisas de Deus, eu perco a vontade de pecar, ou eu paro de pecar? Não. Infelizmente, ainda não paramos de pecar, nem perdemos essa vontade. Isso só vai acontecer quando recebermos o novo corpo de glória, o qual será semelhante ao de Jesus. Mas agora, nascendo de novo, temos uma nova natureza dirigida pelo Espírito Santo, que nos ajuda a combater as inclinações para o pecado.

Mas o novo nascimento vem de que forma? Através da pregação do Evangelho. Se você ouviu o Evangelho pregado de maneira verdadeira e entregou sua vida aos cuidados de Jesus Cristo (crendo, confiando), então é porque você nasceu de novo. Percebe que o novo nascimento está intercalado entre a pregação que você ouviu e sua decisão de crer? Pois é. Você só creu (confiou) em Cristo porque Deus lhe fez nascer de novo pela Palavra da pregação.

Pregação do Evangelho => Novo nascimento => Crer em Cristo.

Veja o que diz a Bíblia: “Pois, segundo o seu querer, ele nos gerou pela palavra da verdade para que fôssemos como que primícias das suas criaturas” (Tg 1.18). Aqui temos 3 verdades.

1ª) Deus nos gerou (fez nascer de novo) pelo Seu querer. Nós não queremos nascer de novo, isso vem de Deus.

2ª) Ele nos faz nascer de novo pela Palavra da verdade. Isto é, pela pregação do verdadeiro Evangelho. Ninguém pode nascer de novo sem ouvir falar do verdadeiro Evangelho.

3ª) Ele nos faz nascer de novo para que sejamos “primícias” de Suas criaturas. Isto é, Ele nos torna Seus filhos.

Então podemos definir a fé bíblica, salvadora, em 4 pontos:

1º) Você ouve a Palavra da verdade (chamado pela pregação do Evangelho)

2º) Você entende e concorda com ela (novo nascimento)

3º) Você se entrega a ela (arrependimento e fé = conversão)

4º) Você cresce e persevera nela (santificação e perseverança)

Se você percebe isso em sua vida, então pode ter certeza, você está salvo!

Dia tes písteos.

Pr. Cleilson

Nenhum comentário:

Postar um comentário