Teolatria

No Teolatria você encontra diversos estudos bíblicos em slides (power point) para baixar, além de muitas pregações, sermões expositivos, textuais, temáticos em mp3, dos pregadores da IMVC - Vilhena/RO: Pr. Cleilson, Pb. João, Pb. Lorival, Pb. Alex, irmão Rodrigo Tafarel, irmão George Michael, Irmão Wesllen Ferreira, irmã Clair Ivete e pregadores convidados. Para ouvir os sermões em alta qualidade, peça seu cd por e-mail especificando seus dados para recebimento e qual mensagem você deseja adquirir: prcleilson@hotmail.com

quarta-feira, 14 de março de 2012

DEUS ACEITA ADORAÇÃO FEITA A ELE ATRAVÉS DAS IMAGENS?

 

Parece óbvio para muitos de nós que esta é uma pergunta descabida. Dirão alguns: "É claro que Deus não aceita tal coisa". E eu concordo plenamente. Mas não é por causa de muitos de nós que eu escrevo, e sim por causa de um ensinamento que vem sendo divulgado entre os católicos romanos, o qual ensina que um devoto, ao se prostrar diante de uma imagem, ele não está adorando-a, e sim a Deus. Para eles, a imagem é apenas representativa, uma figura do santo que eles "veneram", mas que "não adoram".

Antigamente, quando os protestantes batiam contra a "adoração a imagens", muitos católicos se convertiam a Cristo e abandonavam as práticas idólatras. Os padres, preocupados com a decadência e evasão de seus fiéis, procuraram saber o que estava acontecendo, por que tantos católicos estavam se convertendo ao protestantismo, e descobriam que era porque os "crentes" tinham mostrado na Bíblia que idolatria é pecado, que Deus não Se agrada daqueles que "adoram" imagens de escultura. Quando os padres descobriram que este era o motivo, então começaram a modificar o ensinamento nas suas homilias e sermões. Passaram a dizer que eles também não "adoram" os santos e sim apenas os "veneram". É como uma lembrança de um grande homem ou mulher de Deus que existiu há um tempo fazendo boas obras, curas até, de modo que sua vida é um exemplo e, ao olharmos para aquela imagem, nos lembramos de sua vida piedosa, a fim de imitá-la. E aí pegou. Católico agora diz que não "adora" imagem, e sim a "venera". A antiga discussão sobre idolatria entre crentes e católicos não procede mais, porque agora eles têm uma saída pela tangente. Dizem que também não adoram, apenas veneram. Usam também o exemplo de alguém que tem a foto de um ente querido já falecido, a qual se guarda com carinho na carteira ou na parede de casa.

É por isso que o título deste artigo tem essa pergunta: será que Deus aceita adoração feita a Ele através das imagens?

Esse questionamento me veio através de um estudo bíblico que eu estou ministrando na igreja sobre "Idolatria", da série de estudos bíblicos "Pecados na Bíblia", que estou disponibilizando no Teolatria. Em breve estará disponível este estudo.

Uma observação feita por um dos participantes do nosso estudo, nosso irmão George, foi interessante. Ele disse que não há reverência e veneração maior do que aquela que os judeus prestam aos seus patriarcas, e nem por isso eles têm uma imagem sequer deles! Ótimo argumento! Não se ouve dizer no AT que homens santos de Deus viveram prostrados diante da imagem de Abraão, Isaque e Jacó. Não temos relato de que Isaías orasse a Deus ajoelhado perante uma imagem de Samuel, ou Elias, por exemplo!

Outro detalhe interessante e que às vezes nos passa despercebido é que quando o povo de Israel adorou o bezerro de ouro no deserto, eles, na verdade estavam adorando ao Senhor (Êx 32.4,5). Eles não estavam, por assim dizer, quebrando o 1º mandamento (não terás outros deuses diante de mim). Não. Eles estavam quebrando o 2º mandamento (não farás para ti imagem de escultura). Eles celebravam ao Senhor, o Deus verdadeiro, mas se prostravam diante de uma imagem! Resultado: não fosse a intercessão de Moisés e o povo teria sido de todo destruído (Êx 32.11-14)! Mas os idólatras não ficaram sem seu devido castigo (Êx 32.25-29).

Concluímos, portanto, que o argumento católico continua sem procedência. Pois Deus não aceita que tenhamos outro deus além dEle, mas sobretudo não aceita que fabriquemos imagem do que quer que seja ou de quem quer que seja para fins religiosos!

Lembremo-nos sempre: a imagem de Deus é Cristo (Cl 1.15). A Ele nós veremos como Ele é (1Jo 3.2). NEle adoraremos a Deus. Mas não reduzamos toda esta glória àquela pintura de um Cristo europeu que se costuma ficar dependurado nas paredes de algumas casas... isso também é idolatria, pecado inaceitável perante nosso Deus e Pai!

Se Deus é Espírito, é, portanto invisível (Jo 4.24; 1Tm 1.17). Se Ele assim o é, então que O adoremos em espírito e não em imagem!

Dia tes písteos.

Pr. Cleilson

4 comentários:

  1. Já ouvi muitas vezes esse argumento da veneração.Particularmente acho essa posição muito fraca e ela fica mais fragilizada ainda quando nos deparamos com essa procissões onde uma imagem é carrega pela multidão que se espreme para chegar perto da mesma para alcançar alguma graça do "santo" em questão.Que Deus conceda a eles misericórdia e abra seus olhos para verem a verdade sobre esse assunto tão sério.

    ResponderExcluir
  2. eu ja fui catolico eu pensava que tinha de orar para santo a para deus enter nossas oracaõ hoje tenho uma mente mais aberta sei que idolatria e pecado mai muita vez para nossas oraçaõ chegar ate deus eu tinha de adorar as imagem graça a DEUS ME LIBERTOU DESSE PECADO HOJE EU VEJO QUE PELA GRAÇA SAMOS SALVO NAÕ PRECISA DE IMAGEM PRA DEUS ATENDER NOSSAS ORAÇAÕ E SO NOS CRE TER FÉ QUE DEUS ATENDE NOSSAS ORAÇAÕ HOJE TOTALMENTE SO LIBERTO DA IDILATRIA GRAÇA A DEUS

    ResponderExcluir
  3. Esclarecedor! Agora já tenho um argumento para combatê-los! Parabéns Pr.

    ResponderExcluir